,

Dicas e cuidados com a amamentação

Muitas mulheres quando estão grávidas ficam ansiosas para segurar o bebê no colo e amamentar. Porém, a amamentação pode ser um processo difícil e doloroso para muitas delas. Confira dicas que separamos para facilitar esse processo:

1. Sutiã adequado

Durante a gravidez os seios crescem e ficam mais sensíveis. E é por este motivo que você deve usar sutiãs confortáveis e, de preferência, com tecido de algodão e maior sustentação. Evite usar os sutiãs de bojo e ferros que possam te machucar. É importante notar que os seios não ficam “caídos” pela amamentação nem por seu crescimento durante esta fase; portanto, não usar sutiã também é válido.

2. Conforto

Você ficará durante um tempo amamentando, por isso deve arranjar uma posição em que se sinta confortável. Caso contrário, o desconforto levará a dor nas costas, pescoço e ombro.

Confira algumas posições ideais para a amamentação:

Posição transversal: Escolha uma cadeira ou poltrona confortável, com apoios para os braços. Deixe a coluna reta e mantenha o bebê deitado à frente do seu corpo. Lembre-se que não é necessário se inclinar para frente.

Posição invertida: Essa posição talvez seja a mais confortável para as mamães que acabaram de fazer a cesárea. Com as costas do bebê no seu antebraço, segure a cabeça e direcione-o até o seu seio.

Deitada de lado: Teve um dia longo e cansativo? Que tal experimentar essa posição? Após deitar de lado, segure o corpo do bebê e traga-o para o seu seio.

Lembre-se de arranjar a melhor posição para você amamentar, porém variando posições. Além disso, você deve evitar curvar o corpo em cima do bebê, deixar a cabeça e corpo do bebê desalinhados e segurar o corpo do bebê longe do seio.

3. Posição correta para o bebê

Cada mamãe tem a posição que mais a deixa confortável, porém cada bebê também tem. Com alguns cuidados, você pode ajudá-lo a achar sua melhor posição:

Incline levemente a cabeça do seu filho
A boca do bebê deve estar na mesma altura que o seu seio
Lembre-se de que a boca do pequeno deve se encaixar em toda a aréola.
É necessário que o queixo do bebê esteja encaixado no peito.

4. Não amamente somente quando o seu bebê chorar

Os nossos filhos mostram alguns sinais de que estão ficando com fome, como por exemplo, abrir e fechar a boca, colocar a língua para a fora, chupar o que estiver por perto e até mesmo girar ou levantar a cabeça repetidamente. Por isso, quando ele dar indícios desses sinais, já se prepare para colocá-lo para mamar.

5. Tente relaxar

Os nossos bebês sentem quando algo está estranho, podendo fazer com que ele também fique tenso e nervoso. Por isso, após arranjar uma posição confortável, tente relaxar. Além disso, quando for amamentar opte por um lugar tranquilo, longe de barulhos.

6. Cuidado com a pele

A amamentação pode fazer com que a pele do seio fique seca, rachada e irritada. As rachaduras são comuns, por isso, tome alguns cuidados, como:

Limpar o seio com um pano macio após cada mamada
Deixar o seio respirar periodicamente para evitar irritações causadas pelas roupas.
Aplique produtos específicos recomendados pelo seu médico para hidratar a área e favorecer a cicatrização das rachaduras. E não se esqueça de limpar o seio com um pano macio e úmido antes de amamentar, para retirar os produtos aplicados.

7. Hidrate-se

É normal que você sinta sede durante a amamentação. Então, deixe um copo de água ao lado durante o processo. Além disso, é muito importante que você hidrate seu organismo durante o dia, não só por causa da amamentação, mas para a sua saúde também.

8. Atente-se aos barulhos

Enquanto o seu filho mama, atente-se aos barulhos que ele faz. É normal que o pequeno faça ruídos de sucção e deglutição. Porém, preste atenção se ele estalar a língua ou som parecido como um beijo, pois isso é sinal de que há alguma coisa errada. Procure encaixar bem a boca do bebê ao bico do seio. Algumas mulheres têm o bico retraído e para isso existem bicos especiais; se isto ocorrer com você, procure orientação médica.

9. O leite não está saindo?

O leite não está saindo direito? Calma, mamãe! Há uma série de fatores que podem ocasionar isso. É necessário fazer uma massagem na área para que o leite possa fluir. Além disso, é recomendado que você varie as posições da amamentação. Lembrando que todas tem que ser confortáveis, tanto para você quanto para o seu filho, ok mamãe?

Também vale lembrar que pode ocorrer de o bebê precisar de grandes quantidades de leite, mamando em intervalos mais curtos, sendo às vezes a quantidade de leite no seio insuficiente. Nesse caso, você pode estimular a produção com o auxílio de aparelhos específicos. Esse leite pode ser guardado em mamadeiras ou frascos próprios, com todos cuidados de esterilização, e oferecido ao bebê quando necessário.

10. Descanse, mamãe!

Amamentar o nosso bebê é uma tarefa cansativa. Entretanto, o desgaste físico e mental prejudica a sua produção de leite. Descanse sempre após cada mamada, combinado?

É muito importante ter em mente que a experiência de amamentar é diferente para cada mulher. Umas podem ter mais dificuldades e outras não, por isso sempre tenha o acompanhamento do seu médico durante essa fase.

  • GOSTOU? COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS: