Cólicas: principais sintomas e dicas para aliviar as dores do bebê

Não existe coração mais aflito do que de uma mãe vendo o bebê sofrer com as cólicas! Mas não tem jeito, todo bebê saudável ainda vai deixar as mamães de cabelo em pé com choros incontroláveis sem motivo aparente.

As cólicas são comuns em crianças de até 5 meses, mas elas costumam aparecer bem antes, já na segunda ou terceira semana de vida. Para as mamães de primeira viagem, são um terror! Mas não se preocupe, vamos te ajudar a identificar as cólicas e te dar dicas de algumas estratégias para aliviar esse incômodo.

Afinal, é cólica ou não é?

Como saber se esse chororô do meu bebê é cólica? Se o bebê chora sem parar, você já o alimentou, trocou fralda, verificou se não é frio ou calor, e mesmo assim seu filho continua chorando, ele se contorce e flexiona as perninhas, é bem possível que seja as cólicas.

Os bebês choram por diversas coisas, seja porque estão com fome, molhados, porque precisam trocar a fralda… mas esses choros são curtos, eles param quando o problema é resolvido. O choro de cólica é persistente, alto e, por isso, assustam tanto. Mas se o choro não parar, é sempre importante consultar seu pediatra.

Por que elas acontecem?

Essa pergunta ainda é um mistério para a comunidade médica. Não existe nenhuma circunstância específica sobre o motivo das cólicas acontecerem, mas existem alguns fatores que podem explicar:

● Todo o sistema digestivo do bebê é muito novo, ele ainda está se acostumando com as reações do leite materno e artificial em seu corpo, causando cólicas;

● Os bebês têm mais dificuldade de expelir gases e esse esforço em excesso pode causar cólicas;

● O corpo do bebê ainda está em formação, principalmente seu sistema nervoso, então ele fica muito mais sensível que nós;

Quais são os principais sintomas?

Como dissemos, o choro é, de longe, o principal sintoma das cólicas. Crises de choro agudo e que são quase impossíveis de controlar. Além disso, se você reparar que o bebê solta pum enquanto chora e se espreme e estica, encolhendo as perninhas e com as costas arqueadas, também pode ser cólica.

O que fazer para aliviar?

Alguns truques ajudam a aliviar a cólica:

● Segure o bebê em seu colo, como se fosse um casulo de proteção. Você pode optar em usar uma manta também, isso deixará o bebê mais confortável;

● Se o colo não ajudar muito, deixe o ambiente sem luz e barulho. Você pode alternar o colo e alguns minutos no berço;

● Um banho morno pode ajudar o bebê a relaxar e se distrair;

● Massagens leves pelo corpo;

● Deixe o bebê em movimento. Fique no colo ninando como se ele fosse dormir, deite em uma rede com ele e balance no carrinho;

● Faça movimento de bicicleta com as perninhas.

Apesar do incômodo e muito choro, a cólica não faz nenhum mal maior ao bebê. De qualquer forma, vale sempre conversar com o seu pediatra de confiança, informando sobre os ocorridos para um diagnóstico preciso.

Procure um médico de confiança

Após pesquisar sobre como acalmar o bebê, você encontrará o melhor método para o seu pequeno. Porém, se nada ajudar e o choro persistir, procure por um médico pediatra de confiança. Ele é o único que poderá fornecer um diagnóstico completo e correto sobre o que está acontecendo com o seu filho. Nesse processo o mais importante é manter a calma.

Para saber mais sobre o universo dos pequenos e tudo que envolva os bebês, leia as matérias do nosso blog e acesse nossas redes sociais!

  • GOSTOU? COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS: